Depois de ver o Flamengo ir buscar no segundo tempo uma vitória por 2 a 1 sobre o Junior Barranquilla, de virada, na noite desta quinta-feira, no Maracanã, no confronto de ida das semifinais da Copa Sul-Americana, o técnico Reinaldo Rueda exaltou a postura exibida pela equipe carioca no confronto no qual abriu vantagem antes do duelo de volta do mata-mata, marcado para a próxima quinta, na Colômbia.

"Foi uma vitória importantíssima, diante de um rival muito difícil. A equipe mostrou caráter e hombridade. Tomamos um gol muito rápido e a reação foi muito boa. Precisamos ressaltar o caráter e a união da equipe. São jogos difíceis e intensos", analisou o comandante, em entrevista coletiva, na qual também pediu sabedoria ao seu time ao projetar a partida de volta em solo colombiano.

"Temos que pensar que vamos jogar uma partida inteligente, não pensar no empate. Temos que ganhar e sermos inteligentes para administrar a vantagem", completou Rueda, negando que a equipe atuará de forma defensiva por ter a vantagem de poder empatar para ir à decisão da competição continental.

ATENÇÃO!
Mas, antes de jogar na Colômbia, Rueda cobrou foco da equipe na partida diante do Santos, neste domingo, no estádio Luso Brasileiro, no Rio, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, quando tem chance de assegurar uma vaga na Copa Libertadores de 2018, dependendo de outros resultados de partidas envolvendo rivais diretos por um lugar na competição.

"Agora precisamos pensar no Santos. Precisa mudar a mente para o jogo contra o Santos. Precisamos refrescar a equipe em setores importantes. Everton havia sido poupado no último jogo e voltou hoje (quinta-feira). Preciso fazer uma boa mistura para ter todos nesta fase final", enfatizou.

Rueda também comentou o desfalque inesperado do goleiro Diego Alves, que fraturou a clavícula em um choque com Yony González e não poderá mais atuar pelo time neste ano. Ao abordar o assunto, o treinador pediu apoio ao contestado reserva Alex Muralha, que entrou na equipe como substituto do titular durante a partida da última quinta.

"Hoje, mais do que nunca, precisamos do apoio da torcida. Estamos juntos e precisamos do apoio dela. Os jogadores estão trabalhando bem e é importante para todos os jogadores esse compromisso que temos", afirmou.

Fonte: Redação