Na mesma entrevista que vai conceder para comunicar a saída de Claudio Tencati depois de seis anos e cinco meses, a diretoria do Londrina deve anunciar quem será o substituto do até então treinador mais longevo do futebol brasileiro. Trata-se de Ricardinho, ex-meia de Corinthians, Santos e Seleção Brasileira, entre outros.

O último trabalho de Ricardinho foi no ano passado pelo Tupi, onde ficou por apenas nove jogos – uma vitória, dois empates e seis derrotas – e foi demitido no dia 8 de novembro depois de não conseguir tirar o clube da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. O Portal Futebol Interior tentou, mas não conseguiu contato com Ricardinho na tarde desta quarta-feira.

MAIS SOBRE ELE
Ricardo Luís Pozzi Rodrigues, mais conhecido como Ricardinho, tem 41 anos e foi um meia clássico com bastante sucesso na sua carreira. Revelado pelo Paraná, passou ainda por Bordeaux-FRA, Corinthians, São Paulo, Middlesbrough-ING, Santos, Besiktas-TUR, Al Rayyan-QAT, Atlético-MG e Bahia, onde encerrou sua carreira em 2011.

Seus melhores momentos como jogador foram com as camisas de Corinthians, Santos e Seleção Brasileira. No Timão, conquistou diversos títulos – Brasileirão (98 e 99), Copa do Brasil (2002), Paulistão (99 e 2001), Rio-São Paulo (2002) e o Mundial de Clubes (2000). Pelo Santos foi bicampeão brasileiro (2004 e 2006) e ainda fez parte do elenco pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002.

Iniciou a carreira de treinador no Paraná em 2012 e já conquistou a Segunda Divisão do Campeonato Paranaense, deixando o cargo no mesmo ano. Seu outro título como técnico foi o Pernambucano de 2015 com o Santa Cruz. Ricardinho ainda passou por Ceará, Avaí, Portuguesa e Tupi, mas sem ter um bom aproveitamento.

Fonte: Redação