Os gols e as boas atuações dentro de campo devem render uma premiação ao brasileiro Gabriel Jesus. Autor de gols nos últimos quatro jogos do Manchester City, o camisa 33 deve ter seu contrato renovado em breve. Junto com o atacante, o clube inglês deve fechar novos vínculos com o belga Kevin De Bruyne e o espanhol David Silva, segundo apurou o jornal The Telegraph.

Contratado em julho de 2016 junto ao Palmeiras, mas apresentado apenas em janeiro deste ano, Jesus ganhou rapidamente a vaga de titular do ataque ao lado de Aguero e se tornou peça fundamental na formação do treinador Pep Guardiola. Se baseando nos novos valores do mercado futebolístico, os Citizens consideram que a multa rescisória atual do atacante, relacionada aos 27 milhões de libras (cerca de R$114 milhões), pode atrair novos clubes dispostos a tirar o brasileiro da Inglaterra. Além do novo valor para uma possível venda, Jesus deve ganhar um aumento salarial considerável. Segundo a imprensa inglesa, o novo vínculo prevê um ordenado de aproximadamente 70 mil libras por semana (cerca de R$ 295 mil).

Antes cheio de dúvidas, Gabriel Jesus ganhou moral na cidade com a imprensa e, principalmente, com os companheiros de clube. Contratado para disputar posição com Sérgio Aguero, o camisa 33 se adaptou ao estilo de Guardiola e, nesta temporada, o brasileiro e o argentino vem formando uma das duplas mais letais do futebol inglês. Presença confirmada nas convocações de Tite, o jovem é um dos principais exemplos da tentativa do treinador espanhol de formar um time mais leve e mais novo.

Além do atleta ex-palmeiras, o Manchester City possui outros dois contratos que devem ser renovados em breve. O belga De Bruyne é titular absoluto do time e alvo de muitos elogios da comissão técnica. Por conta disso, será proposto um novo vínculo com um salário quase duplicado em relação ao seu atual. O novo ordenado deve girar em torno dos 900 mil euros por mês (cerca de R$ 3 milhões). Quem também está em vias de uma bonificação é o experiente jogador espanhol David Silva, que tem na mesa uma proposta de mais uma temporada no clube, até junho de 2020.

 

Fonte: Redação