A classificação do CSA para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série Cé apenas questão de tempo. O Azulão aumentou a invencibilidade e a vantagem na ponta do Grupo A, após bater o Remo, por 2 a 0, na tarde deste sábado, no estádio Rei Pelé, em Maceió. O duelo foi válido pela 14ª rodada.

Este foi o 11º jogo de invencibilidade do clube alagoano, que acumula cinco vitórias e seis empates no período. A última derrota aconteceu no dia 25 de maio, quando perdeu para o Botafogo-PB, por 2 a 0, pela terceira rodada. Agora, o time é líder do Grupo A, com 27 pontos.

DEMOROU PARA SAIR!
Como já era de se esperar, o CSA tomou a iniciativa da partida e assumiu o controle de jogo nos primeiros minutos. Apesar do domínio territorial, o time da casa encontrou muitas dificuldades para penetrar a defesa do Remo e concluir a gol.

O único lance de perigo no início do jogo aconteceu aos sete minutos. E somente em uma jogada de bola parada. O meia Daniel Costa cobrou escanteio na área e o zagueiro Jorge Fellipe acabou chegando atrasado.

Depois disso, o jogo se arrastou sem grandes emoções por um longo período. Mesmo com o Azulão ocupando o campo de ataque. Até que aos 35 minutos, saiu o gol dos alagoanos em uma bola parada. O lateral Rafinha soltou uma bomba em cobrança de falta e a bola pegou na trave direita do goleiro Vinicius antes de entrar.

O gol deu um pouco mais de emoção ao jogo. O Remo precisou sair um pouco mais para o ataque e cedeu espaços para os donos da casa. Aos 36 minutos, o zagueiro Thales chegou a marcar o segundo, mas estava impedido. O atacante Michel finalizou assustando o goleiro visitante Vinícius.

FOI POUCO!
Se na primeira etapa o CSA criou as melhores chances, na segunda o domínio foi ainda mais evidente. Logo aos sete minutos, o time poderia ter ampliado o placar. O lateral Dick cruzou pela direita e Michel desviou de cabeça para ótima defesa de Vinícius.

Diante de um time sem poder de reação, o Azulão seguiu criando. Aos 14 minutos, Daniel Costa arriscou de longe com perigo. Aos 21, o atacante Edinho recebeu na área e carimbou a trave, após chute rasteiro. Aos 23, o mesmo Edinho saiu na cara do gol, mas chutou em cima de Vinícius.

O gol que sacramentaria a vitória dos alagoanos parecia ser apenas questão de tempo. E, de fato, foi. Aos 39 minutos, o zagueiro Bruno Costa e Vinícius “bateram cabeça”. Melhor para o meia Didira, que entrou na área com liberdade e tocou de cabeça para encobrir o goleiro.

PRÓXIMOS JOGOS
No próximo sábado, às 17 horas, o CSA volta a campo para enfrentar o Confiança, no Baptistão, em Aracaju. Enquanto isso, o Remo recebe o Botafogo-PB, um dia depois, às 18 horas, no estádio Mangueirão, em Belém.

 

Fonte: Redação