O Pinheirense Esporte Clube é o grande campeão do Brasileiro Feminino A-2. Em final disputada contra a Portuguesa, a equipe paraense conquistou a taça diante de sua torcida, no Estádio da Curuzu, em Belém. Além de levantar a taça, o time do distrito de Icoaraci garantiu acesso à elite do futebol feminino brasileiro. O presidente do clube, Paulo Olegário, em conversa com o site da CBF, adiantou como o clube deve se planejar para a Série A-1 de 2018.

– Nós estamos pensando no que fazer para o ano que vem. Sabemos que temos que melhorar muito para disputar a Série A1. A dificuldade existe porque a gente não tem os recursos ideais, mas esperamos conseguir boas notícias com a conquista desse título – afirmou.

Sobre a permanência da treinadora Aline Costa para a sequência do trabalho, ele foi categórico:

– A Aline só não continua se ela não quiser. Vamos fazer de tudo para a treinadora continuar com a gente – garantiu.

O que ele tem certeza é de que agora é hora de comemorar. Isso porque a campanha que levou o Pinheirense ao título foi quase perfeita. Em 11 jogos disputados na competição, o time venceu oito, empatou dois e perdeu apenas uma partida. Apesar de toda a dificuldade, o dirigente sempre acreditou no trabalho das meninas.

– O título significa muito para nós do Pinheirense. Entramos no campeonato com muitas dificuldades, mas a gente sabia que as meninas iam dar esse título para gente, com a força de vontade de todas elas. O título veio com a sequência do trabalho – concluiu o mandatário do General da Vila.

Fonte: Redação