O técnico Renato Gaúcho não escondeu a satisfação com o rendimento do Grêmio na vitória de virada sobre o Atlético-PR, na noite desta quinta-feira. Mesmo escalando uma equipe mista, o time gaúcho deu conta do recado e garantiu vaga na semifinal da Copa do Brasil, deixando o tricolor gaúcho mais perto do bicampeonato.

Para o duelo em Curitiba, na Arena da Baixada, o treinador poupou seis titulares: Edílson, Geromel, Maicon, Arthur, Barrios e Cortez. O lateral chegou a entrar em campo, mas somente no segundo tempo. Barrios nem viajou com a delegação para a capital paranaense. Mesmo sem força máxima, o time gaúcho venceu por 3 a 2, após golear por 4 a 0 no jogo de ida.

"Eu treino um grupo, não uma equipe. Sempre falo, jogador tem que estar preparado, qualquer momento tem oportunidade. Quem tem entrado tem dado conta. É uma maturidade muito grande, é um grupo muito unido", afirmou o treinador, ao fim da partida. "Eles estão de parabéns pela classificação."

Para Renato Gaúcho, o grupo gremista vem alcançando maturidade ao mostrar o mesmo nível de atuações mesmo sem todos os seus titulares. "O time está passando por um momento especial, temos grandes jogadores que sabem o que fazer taticamente. O que eu falo para eles é que na vida e no futebol só fica marcado na história quem ganha. O que falta é um título para eles entrarem para a história", declarou.

O treinador pediu cautela aos jogadores, apesar da empolgação da torcida e da imprensa gaúcha, nesta reta final da Copa do Brasil. "O Grêmio está bem, mas não conquistou nada. Vamos passo a passo. Vamos tentar buscar pelo menos um título. Por enquanto, estamos passando de fases", ponderou.

 

Fonte: Redação