O Grêmio foi do inferno ao céu na tarde deste domingo, para diminuir a diferença em relação ao líder Corinthians na tabela do Campeonato Brasileiro. Recebendo a Ponte Preta, em Porto Alegre, o Tricolor saiu perdendo com gol contra do zagueiro Rafael Thyere, mas contou com as estrelas do técnico Renato Portaluppi e do centroavante Lucas Barrios para conquistar a virada por 3 a 1.

O grande mérito do treinador gremista: a entrada do atacante Fernandinho no lugar do volante Arthur, antes da volta para o intervalo. Com a substituição, o time gaúcho ganhou mais leveza e qualidade ofensiva. Além disso, o próprio Fernandinho sofreu o pênalti convertido por Barrios, que deixou dois nesta tarde. Éverton foi o responsável por decretar a vitória dos donos da casa.

Com o resultado e contando com o empate do Timão, no último sábado, os gremistas chegaram a 28 pontos, diminuindo para oito pontos a diferença para os líderes. Já a Ponte aparece em situação delicada na tabela, com 16 pontos, próxima da zona de rebaixamento.

Pela próxima rodada, os adversários desta tarde na capital gaúcha entram em campo na quarta-feira. O Imortal vai à Bahia colocar a boa fase à prova em visita ao Vitória, às 19h30, enquanto o elenco ponte-pretano recebe o Coritiba, às 21h, para voltar a vencer no Brasileirão, algo que não acontece desde do dia 22 de junho, contra o Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 3 X 1 PONTE PRETA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 16 de julho de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fábio Pereira (TO)

Cartões amarelos: Edílson (GRE); Jeferson, Emerson Sheik (PON)
Gols:
Ponte: Rafael Thyere, contra, aos 34 minutos do primeiro tempo.
Grêmio: Lucas Barrios, aos 11 e aos 25, e Éverton, aos 42 minutos do segundo tempo.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Rafael Thyere, Bruno Cortez; Arthur (Fernandinho), Michel, Ramiro, Luan, Pedro Rocha (Éverton); Lucas Barrios (Marcelo Oliveira)
Técnico: Renato Portaluppi

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, Jeferson; Fernando Bob (Jean Patrick), Naldo, Jadson (Felipe Saraiva) e Renato Cajá (Negueva); Lucca e Sheik
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: Redação