ORLANDO ANTUNES


Com um jogador a menos, o União venceu o 7 de Dourados por 2 x 1 , cujo resultado lhe deu o primeiro lugar do grupo 11. A partida foi em Dourados e teve o recorde negativo de apenas 31 pagantes.

O União jogou o primeiro tempo com o regulamento debaixo do braço, não avançando muito para cima do Sete. O primeiro jogo da partida aconteceu aos 21’, quando Calado fez uma cobrança de escanteio, a zaga do Furacão Tricolor tentou tirar, mas a bola sobrou para o Ricardo que chutou pro fundo do gol, marcando o primeiro do União.

Pouco tempo depois o Sete teve a chance de empatar quando a defesa do União vacilou, mas o chute saiu torto e foi pra longe do gol. Antes do fim do primeiro tempo, em uma falta cobrada por Calado, o zagueiro Maranhão recebeu a bola e marcou o segundo do União. No último minuto, Ricardo foi expulso por desobediência às ordens da arbitragem.

O Sete de Setembro voltou melhor no segundo tempo e, chegava com perigo na área do União, mas por outro lado deixando o contra ataque bastante aberto para o União que soube conduzir bem o jogo mesmo com um jogador a menos.

Aos 35’ Jo veio limpando pelas beiradas e acabou acertando o fundo do gol, marcando o único gol do Sete na competição. O União continuou segurando a partida, e saiu vitorioso quando o apito final soou aos 49’. Com o resultado dessa partida, o Colorado chegou a 11 pontos no GrupoA11 e se conseguiu a classificação histórica para a próxima fase da Série D.

Escalações
União:
 Willian, Maranhão, Tallyson e Lucas Mendonça; Nildo, Edson, Samuel e Calado; Café e Geílson.  Técnico: Kiko Araújo.
Sete de Setembro: Wendell; Léo Félix, Thiago Moura, Ramón Baiano, Jô; Primo, Peu, Leandro Branco, Otacílio Neto; Sadan, Leandrinho. Técnico: Márcio Santos

Fonte: Redação