Não foi a volta que o Luverdense esperava ao Passo das Emas. Depois de dois meses e meio sem jogar no estádio, o LEC recebe o América-MG na noite desta sexta-feira e foi derrotado por 3 a 0, em partida válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Luverdense defendia uma invencibilidade de seis jogos na Série B e também não sabia o que era perder no Passo das Emas desde o dia 2 de julho do ano passado. A última partida disputada no estádio havia sido no dia 9 de abril, quando bateu o Cuiabá, por 1 a 0, na semifinal do Campeonato Mato-grossense.

Com a queda das invencibilidades, o Luverdense segue em situação delicada na tabela de classificação, aparecendo na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 11 pontos. Por outro lado, o América-MG emplacou a segunda vitória seguida, chegou aos 16 e subiu para a terceira colocação.

POLÊMICA E COELHO NA FRENTE
A partida começou bastante movimentada, com o Luverdense criando as principais oportunidades. Paulinho cruzou rasteiroo e Léo Cereja pegou de primeira, mandando para fora. Aos sete minutos, Aderlan fez boa jogada individual pela direita, invadiu a área e bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 15, Rafael Silva recebeu de Moacir e finalizou cruzado pela linha de fundo. Três minutos depois, na primeira chegada ao ataque, o América abriu o placar. Pará cruzou e Paulinho, ao tentar tirar, entregou a bola nos pés de Renan Oliveira, que apenas tirou de Diogo Silva. O LEC responde em finalização de Léo Cereja defendida em dois tempos por João Ricardo.

Novamente com Léo Cereja, o Luverdense fez o goleiro do América trabalhar aos 35 minutos. Depois, um lance bastante polêmico. Hugo Almeida caiu dentro da área após dividida com Diogo Silva e o árbitro assinalou tiro de meta, mas voltou atrás e marcou pênalti ao ouvir o bandeirinha.

O lance irritou bastante os torcedores e jogadores do Luverdense, tanto que o goleiro Diogo Silva recebeu amarelo por reclamação. Luan, que não tem nada a ver com isso, bateu bem e ampliou para o Coelho aos 43 minutos. Nos acréscimos, Rafael Silva quase diminuiu , mas a bola explodiu no travessão.

MATOU O JOGO

Na volta do intervalo, logo aos cinco minutos, Rafael Silva caiu ao tentar entrar na área e pediu pênalti, mas o árbitro mandou o lance seguir, irritando ainda mais os torcedores presentes no Passo das Emas. No contra ataque, o América responde em finalização para fora de Hugo Almeida.

Fonte: Redação