ORLANDO ANTUNES

Na década de 70, o Coritiba FC tinha um atacante chamado Kruger , que pela sua velocidade foi apelidado de "Flexa Loira". Porém, entre os amigos mais chegados era chamado de "Canário" pela cor de seu cabelo amarelado. Este apelido teria sido dado pelo seu amigo e árbitro d futebol Wander Moreira.

Numa partida contra o Agua Verde, Kruger fez um gol no goleiro Leopoldo, mas acabou trombando com o goleiro romeno que tinha uns 2 metros de altura. Ele nem pode comemorar o gol e saiu do campo desacordado e ficou quase um ano na UTI em coma induzido. No choque com o goleiro, Kruger teve o rompimento das alças intestinais e só se salvou por milagre.

Depois de muito tempo, ele voltou a jogar e o fazia protegido com uma faixa abdominal. Não estava totalmente recuperado e por isso não rendia o mesmo futebol de antigamente. Num determinado jogo, quem apitava era o seu amigo Wander Moreira. Ninguém tocava a bola para o Kruger, numa clara evidência discriminatória.

Foi aí que apareceu a figura sempre polêmica de Wander Moreira. Percebendo o boicote à Kruger , ele chamou o capitão do time e ORDENOU- quem não jogar com o Kruger  deliberadamente, será expulso. E falava com todos os jogadores "toca no Canário- toca no Canário. Como Kruger ainda está vivíssimo e frequentando o Coritiba, onde foi efetivado como funcionário desde o acidente, ele pode confirmar o que parece ser uma fantasia. Do Wander Moreira, conhecido como "W" e que também foi amigo, não tenho notícia, mas achei uma atitude inusitada, mas digna.  

Fonte: Redação