Luverdense garantiu neste domingo a classificação as quartas de final da Copa Verde. Depois de vencer por 1 a 0 fora de casa, o time de Odil Soares bateu o Ceilândia por 3 a 1 no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, e garantiu a vaga com larga vantagem nesta oitavas de final. O sonho do Verdão do Norte é repetir a campanha de 2015, mas desta vez com o objetivo de chegar a grande final.

O adversário da próxima fase já está definido: será o Rio Branco-ES, ainda sem datas, horários e locais confirmados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O time do Espírito Santo passou pelo Tocantins também neste domingo, com uma vitória por 2 a 0 fora de casa no primeiro jogo e agora um sonoro 5 a 2 dentro do estádio Kleber Andrade, em Cariacica.

COMEÇO MORNO

Vindo de uma eliminação para o Corinthians na Copa do Brasil, o Luverdense sabia da responsabilidade de brigar pelo resultado dentro de casa. A torcida pedia um time com ainda mais vontade e garra. E foi o que viu no gramado do Passo das Emas neste domingo. Com as linhas compactadas, o time da casa dificultava o trabalho ofensivo do adversário, que apelava para os chutes de longe distância, sempre nas mãos de Diogo Silva.

No principal susto da primeira etapa, o Ceilândia conseguiu encontrar espaço na bola parada e cobrou um escanteio preciso pela esquerda. A bola chegou a morrer no fundo das redes, mas o árbitro Marcos Mateus Pereira marcou falta do ataque e invalidou o lance. Mesmo com uma postura muito concisa na marcação, o time do Luverdense pecava em chances criadas no campo ofensivo e frequentemente errou na troca de passes.

JOGO APERTADO!

Para a etapa final o jogo voltou mais pegado, com muitas faltas no meio campo. Mas, com 12 minutos de bola rolando, Paulinho conseguiu encontrar espaço e cruzou na medida para a grande área. Marcos Aurélio conseguiu dominar e encher o pé para estufar as redes pela primeira vez. Como tinha a vitória do primeiro jogo, o gol no passo das Emas deu a tranquilidade que o Luverdense precisava trabalhar a posse de bola.

Em resposta, aos 19, Felipe Cirne cobrou escanteio e Walison completou de cabeça. A bola tocou na trave e sobrou para Badhuga, que tentou marcar, mas Diogo Silva salvou em cima da linha. Pouco tempo depois, aos 22, o time da casa conseguiu puxar um contra-ataque em velocidade com Rafael Silva, que tocou rasteiro para Macena ficar frente a frente com o goleiro Pedro Ferreira e aumentar a vitória.

Antes do apito final, o Ceilândia tentou uma reação no campo ofensivo e a bola acabou tocando no braço de Gabriel Passos aos 30 minutos. O árbitro assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, Diogo Silva conseguiu fazer a defesa, mas, no rebate, Romarinho aproveitou a bobeada da marcação para marcar. Ainda assim, aos 42, Rafael Silva voltou a frente cara a cara com o gol e tocou, de cavadinha, por cima do Pedro Ferreira para decretar a vitória.

PRÓXIMOS JOGOS

O Luverdense volta a campo já nesta quarta-feira, às 20h45, quando enfrenta o Operário de Várzea Grande na Arena Pantanal, pela 9ª rodada do Grupo A do Campeonato Mato-Grossense. Já o Ceilândia tem folga até o dia 29, quando enfrentará o Sobradinho, ainda sem local definido.

Fonte: Redação