ORLANDO ANTUNES


O que parecia muito tranquilo até às 14h00, pois nenhuma chapa oposicionista havia se inscrito na Federação Mato-grossense de Futebol (FMF). Certo de que não teria adversários, o atual presidente João Carlos de Oliveira já fazia planos para um novo mandato, entre os projetos a retomada do Estádio Presidente Dutra. Porém, as coisas mudaram duas horas mais tarde, com o lançamento da chapa liderada pelo presidente do Cuiabá, Aron Dresch.

A chapa dos opositores foi orquestrada por Helmute Lawisch, presidente do Luverdense e que conta com o apoio irrestrito do presidente do Sinop, Agnaldo Turra. As dez assinaturas necessárias para o registro da chapa foram conseguidas na região Norte, como Sorriso, Juara, Lucas do Rio Verde. Além dos times, algumas ligas amadoras também se aliaram a  Aron Drech.

Na Justiça

Outra informação que surgiu nos corredores da FMFé a de que o advogado Ussiel Tavares, ex-presidente do TJD, é pretenso candidato e vai procurar a Justiça para anular o Edital que foi antecipado de maio para esta quarta-feira 01. Ussiel , segundo informações, teria o apoio de dirigentes do Dom Bosco, como Alvaro Scolfaro e também do advogado Francisco Faiad. Em caso de sucesso na Justiça, Ussiel Tavares começa o trabalho de angariar votos para a disputa.

QUEM ESTÁ APTO A VOTAR

De acordo com os Estatutos da FMF tem direito a voto os seguintes clubes profissionais: Brasil Central, CEOV, Operário Ltda, Araguaia, Mato Grosso Sport Clube Ltda, Luverdense, União, Dom Bosco, Cuiabá, Mixto, Cacerense, Poconé, Juara Atlético Clube, Sinop, Ação, REC e Grêmio Sorriso. Nota-se que clubes como Mato Grosso, Ação, Brasil Central, Juara estão sem atividades profissionais no Estado.

As Ligas Municipais com direito a voto são: Colíder, Alta Floresta, paranaíta, Chapada dos Guimarães, Poxoréo, Rondonópolis e Nova Bandeirantes; entidades que sempre foram um ‘trunfo’ para as reeleições de Orione. A pergunta que se faz é se esse edital foi publicado dentro do prazo legal e se o prazo para a inscrição de chapas (01/03) não ficou muito encima,justamente para inviabilizar outras candidaturas.

Fonte: Redação