O Flamengo foi a Volta Redonda na tarde deste domingo para encarar o Madureira no duelo de invictos do Grupo B da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Jogando com sua equipe titular, o Rubro-Negro não teve dificuldades para golear a equipe suburbana por 4 a 0. Diego, Guerrero, Mancuello e Lucas Paquetá fizeram os gols do jogo.

Com a vitória, o Flamengo fechou a fase classificatória com 100% de aproveitamento em cinco jogos, e, líder do Grupo B, vai encarar o Vasco da Gama, segundo do Grupo C, na semifinal do próximo sábado, em local ainda não definido. Antes, a equipe tem compromisso pela Primeira Liga no meio de semana, diante do Ceará, em Fortaleza.

O Madureira fechou o turno em segundo lugar e vai encarar o Fluminense na outra semifinal da Taça Guanabara, também no sábado, em Volta Redonda.

O Jogo – O primeiro tempo em Volta Redonda foi de amplo domínio do Flamengo. O Madureira, invicto na competição até este domingo, contrariou as expectativas, adotou uma postura muito defensiva e apenas esperou o adversário. O volume de jogo do Fla foi tal que, com 25 minutos de jogo, já haviam sido cobrados 15 escanteios para a equipe da Gávea.

No primeiro escanteio da partida, Mancuello cobrou pela direita e Réver dividiu de cabeça. A bola acertou o travessão e saiu em novo escanteio. Mancu desta vez tentou o gol olímpico, mas Rafael Santos salvou.

Aos 20, foi a vez de Diego tentar a cobrança direta do escanteio e, novamente, Rafael Santos impediu o gol.

O goleiro do Madureira se destacou mais uma vez aos 26. Pará avançou pela direita e levantou na área, Mancuello ajeitou de cabeça para Guerrero e o peruano concluiu de primeira para o gol, mas Rafael Silva salvou o Madura.

O Fla seguia dominando mas o Madureira era uma equipe bem postada em campo, até que aos 44 Alex Moraes segurou Diego, levou o segundo amarelo e foi expulso. Na sequência, Diego brigou por uma bola no ataque, ela espirrou pelo alto e a zaga devolveu para ele, que ajeitou e mandou um balaço no ângulo sem chance para o arqueiro adversário.

O Madureira surpreendeu ao retornar do intervalo querendo buscar o empate e quase conseguiu logo aos 3 minutos. William Arão errou um passe no meio e deu de presente para o adversário. Julio César recebeu na esquerda e levantou no segundo pau, Esquerdinha subiu livre e testou no travessão.

A equipe então abandonou a postura defensiva e foi em busca do empate, mas se abriu e acabou punida. Aos 19, Trauco viu Guerrero se movimentando na frente e, do campo de defesa, lançou o conterrâneo em profundidade. o atacante ganhou do marcador na corrida, entrou na área e bateu certeiro no canto esquerdo.

Com a goleada, sobre o Madureira, o Mengo chega a 100% de aproveitamento no Carioca

Após o pique para fazer o gol, o peruano sentiu a coxa e precisou ser substituído por Felipe Vizeu. O jovem atacante do Fla fez ótima jogada pela esquerda aos 22, foi ao fundo e tocou para trás. Mancuello, livre, mandou para o fundo da rede e fez o terceiro.

Com a vitória praticamente assegurada, o Fla continuou jogando fácil e chegou ao quarto gol aos 35. Lucas Paquetá, que havia entrado na vaga de William Arão, lançou Mancuello, mas Rafael Santos saiu do gol para cortar o passe. A bola voltou para Paquetá, que foi rápido e encobriu o goleiro do Madureira.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 0 MADUREIRA

Local: estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 19 de fevereiro de 2017, domingo
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda
Renda: R$ 109.430,00
Público: 4.734 pagantes (6.276 presentes)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa e Daniel Alves Pereira
Cartões Amarelos: Guerrero, Diego (Fla), Alex Moraes (Madureira)
Cartão Vermelho: Alex Moraes (Madureira)
Gols:
FLAMENGO: Diego, aos 45 min do 1º tempo; Guerrero, aos 19, Mancuello, aos 22, e Lucas Paquetá aos 35 min do 2º tempo

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Romulo, William Arão (Lucas Paquetá), Mancuello, Diego (Gabriel) e Everton; Guerrero (Felipe Vizeu)
Técnico: Zé Ricardo

MADUREIRA: Rafael Santos, Ruan, Diego Guerra, Jorge Fellipe, Alex Moraes e Wellington Saci; Rezende, Wanderson (Walnei), Luciano (Vitinho) e Esquerdinha (Soares); Júlio César
Técnico: PC Gusmão

 

Fonte: Redação