ORLANDO ANTUNES


O técnico Eder Taques, que assumiu o CEOV em lugar de Wladimir Araújo, disse hoje por telefone que não teme o desafio. "Sei que as coisas estão complicadas, mas, fazendo as contas, dá pra chegar. Afinal serão cinco  partidas, das quais em casa. Só jogamos neste domingo contra o Cacerense", disse ele.

Sem querer criticar ninguém, o técnico operariano falou em reagrupar os jogadores pois, segundo ele, tinha uma divisão no grupo. Sempre entre os chamados "da casa" com os "de fora". "Daqui pra frente não há regalia pra ninguém, e todos serão tratados com igualdade, inclusive entre os funcionários do clube", finalizou.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO ESTADUAL

Uma vitória no Geraldão daria um novo gás ao time. Depois o Tricolor pega o próprio Cacerense, já pelo returno, na Arena Pantanal. Depois vêm  Luverdense, Sinop e ainda o clássico contra o Mixto. Nas contas de Eder Taques, o clube por chegar aos 18 pontos, mas ele considera que se fizer 16 se classifica.

No treino que faria na tarde desta sexta-feira, o técnico definiria o time para domingo. Uma coisa é certa; o goleiro Thiago, que falhou no segundo gol do Sinop e o meia Mandi já estão fora do clube. Com isso, Pickachú pode ser titular, o mesmo acontecendo com Kenedy e Helton que entraram bem na partida contra o Sinop.

Fonte: Redação