AFI

Nesta segunda-feira, ocorreu na sede da Confederação Brasileira de Futebol, CBF, uma reunião para tratar sobre assuntos internos do Campeonato Brasileiro da Série C. A principal dúvida é sobre a fórmula de disputa do torneio, o que ainda não foi definida. O encontro serviu apenas para eleger uma comissão com três representantes, além de tratar sobre métodos para impulsionar o torneio e cortas gastos.

Encabeçam essa comissão o presidente do Bragantino, Marcos Chedid, do Fortaleza, Jorge Mota, e do CSA, Rafael Tenório. O trio já tem uma reunião marcada com o diretor de marketing da CBF para iniciar um planejamento afim de gerar receitas para os clubes, como busca por patrocinadores, discutir cotas de televisão, entre outros.

"Demos um passo enorme para consolidar um grande trabalho na Série C. Queremos dar estabilidade aos clubes, buscar receitas melhores, tudo para alavancar o torneio. Foram mais de duas horas de conversa, a CBF ouviu as dificuldades dos clubes e quer realizar um trabalho em conjunto. A Série C tem um grande apelo, clubes de massa, e temos que fazer a competição virar um sucesso", disse Chedid.

FÓRMULAS!

As possíveis fórmulas da Série C são muito discutidas. Entre as propostas, uma que é hoje considerada favorita, para ser aprovada, fixa de quatro grupos de cinco times, jogando entre si em turno e returno, passando para a segunda fase os dois primeiros de cada grupo.

E com os oito classificados para a 2ª etapa da competição jogando em sistema de todos contra todos, em ida e volta. Ao final, subiriam para a Série B os times com melhor pontuação nesta fase. Além disso, os quatro últimos colocados um de cada grupo da primeira fase, sendo rebaixados.

Outra proposta seria manter a fórmula dos últimos anos, com dois grupos: Grupo A e Grupo B, com cada time jogando contra o adversário ida e volta e totalizando 18 partidas na primeira fase.

 

Depois disso, se mantido o sistema, se classificariam os quatro melhores para o chamado “mata-mata” entre os times do Sul-Sudeste contra os do Norte-Nordeste-CentroOeste.

 

Conforme essa proposta esses grupos seriam: Grupo B (Sul-Sudeste) – São Bento-SP, Botafogo-SP, Bragantino-SP, Mogi Mirim-SP, Macaé-RJ, Volta Redonda-RJ, Tombense-MG, Tupi-MG, Joinville-SC, Ypiranga de Erechim-RS.

 

E grupo A (Norte-Nordeste): ASA-AL, Botafogo-PB, Confiança-SE, CSA-AL, Cuiabá,  Fortaleza-CE, Moto Club-MA, Remo-PA, Salgueiro-PE e Sampaio Corrêa-MA.

Fonte: Redação