AFI

No segundo jogo deste domingo da fase preliminar da Copa Verde, na Arena da Floresta, em Rio Branco-AC, Galvez-AC e Nacional-AM empataram em 1 a 1 na noite deste domingo. Melhor para o Nacional, que no jogo da volta, no dia 18 de fevereiro, poderá empatar em 0 a 0 que ficará com a vaga na Copa Verde. O empata em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis e empate por dois gols ou mais dará a classificação para o time acreano.

A partida foi prejudicada por um gramado castigado pelas chuvas, com o Galvez tendo criado as melhores oportunidades no primeiro tempo, falhando nas conclusões de Kremer e Luquinhas, com o goleiro Pablo, do Nacional, fazendo boas defesas.

 

Na etapa complementar, quando o Nacional começou a tomar iniciativa da partida, foi surpreendido por uma jogada individual do atacante Luquinhas, que abriu o marcador aos quatro minutos. Cinco minutos após, a partida ficou parada em razão de um problema de falta de energia em uma das torres do estádio. Depois de dez minutos de paralisação, o Nacional voltou melhor e encontrou o empate aos 20 minutos, com o veterano atacante Jeferson Araújo.

Depois do empate do Nacional, o Galvez começou a ir ao ataque de forma desorganizada, não conseguindo chegar ao segundo gol. No final, o 1 a 1 fez justiça pelo que Galvez e Nacional produziram dentro de campo. O destaque negativo foi a renda de apenas R$ 3.320,00 com 287 torcedores pagantes.

Agora, Galvez e Nacional voltam a se enfrentar no dia 18 de fevereiro em Manacapuru, há 90 km de Manaus-AM. O vencedor deste confronto pegará o Paysandu-PA já na primeira fase da Copa Verde.

No outro jogo deste domingo na Copa Verde, Sete de Setembro-MS e Ceilândia empataram em 1 a 1.

Detalhes

O Galvez tem como técnico Pablo Simões e um elenco formado por jogadores da região. A equipe somente está disputando a fase preliminar da competição pois o Rio Branco, desistiu das disputas. Na Copa Verde, a vaga do Acre é do Atlético Acreano, campeão estadual na última temporada. Nas três edições anteriores da Copa Verde, o futebol do Acre nunca teve qualquer vitória.

Foi a primeira partida oficial das duas equipes na temporada 2017. Time de maior expressão no Estado do Amazonas, o Nacional não teve um 2016 positivo e tenta se recuperar neste temporada investindo no veterano e sempre competente treinador Aderbal Lana e apresentando o executivo de futebol José Reis, que já trabalhou em clubes de expressão em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Apesar de ter como sede a cidade de Epitaciolândia, no interior do Acre, o Galvez manda seus jogos na Arena da Floresta, em Rio Branco e há 240 km de sua sede.

Fonte: Redação