Por: ORLANDO ANTUNES

Sinop e Luverdense empataram em 1 x 1 , no chamado clássico do Nortão em partida realizada no Estádio Gigante do Norte , com público de 2400 pagantes. Ficou evidente de que os times ainda estão muito "presos" , fruto do trabalho físico puxado na pré-temporada . No aspecto técnico houve um equilíbrio , mas o Sinop apresentou um melhor futebol.

No Luverdense , a maior dificuldade foi o entrosamento, principalmente no setor defensivo, onde os zagueiros Pierre e Neguete não foram bem. Tanto que o gol do Sinop , aos 24 minutos do primeiro tempo, foi falha de marcação da dupla e que ainda contou com a saída errada do goleiro Diogo. Jorge Preá não teve dificuldades para fazer, de cabeça , 1 x 0
Sinop.
Ainda no primeiro tempo , o Luverdense chegou ao empate aos 38 minutos com Rodrigo Fumaça ( em impedimento) chutar na saída do goleiro Naldo. O auxiliar Marcelo Grando ( que ´e de Sorriso)estava atrasado no lance e " não viu" o impedimento. Antes disso, o árbitro Wagner Reway deu a parada técnica pois o calor estava muito forte (33 graus).

No segundo tempo , com várias alterações, os dois times ganharam fôlego e o jogo teve lances interessantes. Logo aos 2 minutos, Wagner deixou de marcar pênalti de Aderlan (Luverdense) sobre o ala Maycon (Sinop). Porém , o escudo da FIFA é mais respeitado que o próprio árbitro e poucos reclamaram. Aos 13 minutos o goleiro Naldo faz grande defesa em chute de Rodrigo Fumaça. Aos 14 minutos, a torcida do Sinop pediu e Birigui colocou o " xodó" Jean Chera em lugar de Jesus.

A grande chance de vitória do Sinop , caiu nos pés do artilheiro Andrezinho , que entrara no lugar de Cabralzinho. Ele ficou cara a cara com o goleiro Diogo Silva, mas chutou por cima. No final, os dois treinadores comemoraram o resultado, justificando justamente o começo da temporada.

Destaques
Pelo lado do Sinop, os alas Maranhão e Maycon , ao lado do volante Dourado foram os melhores. Chera é bom jogador mas ainda está longe da melhor forma e Jorge Preá provou que é artilheiro. No Luverdense, Marco Aurélio foi uma decepção, o atacante Macena é muito lento, salvando-se o meia Diogo Sodré e ainda Rodrigo Fumaça. A dupla de
zagueiros foi muito mal.
Ficha Técnica
Local Estádio Gigante do Norte
Árbitro Wagner Reway
Público 2.400 pagantes
SINOP -Naldo, Maranhão(Portela), Tyron, Marinho e Maycon; Dourado, Jesus (Jean Chera), Alex e Waltinho; Jorge Preá e Cabralzinho (Andrezinho).
Técnico Marcos Birigui

LUVERDENSE – Diogo Silva, Aderlan, Pierre, Neguete e Paulinho; Rodrigo Fumaça (Leandrinho), Ricardo, Diogo Sodré e Rafael Silva (Abner); Macena e Marco Aurélio (Kazú).

Técnico Odil Soares.

 

 

 

Fonte: Redação