AFI

O Corinthians faturou o 10º título da Copa São Paulo nesta quarta-feira (25), no estádio do Pacaembu. Depois de pressionar a maior parte do jogo o Batatais, os paulistanos acertaram a mira no finalzinho, marcaram em dois ataques seguidos e venceram o jogo por 2 a 1. 

A equipe alvinegra era apontada como a favorita na decisão da Copa São Paulo – o Batatais só chegou à final depois da eliminação do Paulista  – e tentou se impor no jogo. Entretanto, estava faltando pontaria. Até que, aos 39 do segundo tempo, Carlinhos mandou para o fundo da rede de cabeça. Em seguida, ele deu passe para Marquinhos , que fez o segundo gol do Corinthians. 

Pouco depois, o Batatais descontou com Douglas Pote, finalizando o placar em 2 a 1. 

Essa foi a primeira final do time do interior – até a edição 2017, a equipe não havia vencido um jogo sequer na Copinha. Já o Corinthians estava na quarta final consecutiva e, agora, leva mais título para casa. 

O jogo

Corinthians começou o jogo no ataque e perdeu uma chance logo aos 5 minutos. Depois de um chute de Carlinhos, Marquinhos quase empurrou a bola para rede.

Carlinhos, o destaque dan partida, abriu o placar que garantiu o título

 Corinthianos comemoram mais um título na Copinha SPOs donos da casa seguiram com mais posse de bola e, aos 16 minutos, tiveram mais uma boa chance de gol. A partida ficou alguns instantes paralisada após um choque de cabeça entre Yuri e Marquinhos. Na sequência, Oya bateu falta perto da área com efeito e bola passou rente ao gol do Batatais.

Apesar da pressão corintiana, o Batatais não desistiu. Em uma jogada pela esquerda, pouco depois dos 20 minutos de partida, Thales recebeu na cara do goleiro do Corinthians, mas acabou chutando por cima da trave.

Aos 30 minutos, o jogo teve uma parada técnica e, na volta, o Corinthians seguiu com muita pressão e criou chances claras de gol, animando a torcida no Pacaembu. Mas Gerson, goleiro do Batatais, se virou.

O time visitante ainda respondeu, com uma bola que exigiu uma boa defesa de Felipe. Entretanto, o Corinthians não se abalou, seguiu com muita pressão e até acertou a trave já nos instantes finais do primeiro tempo da partida, que terminou em 0 a 0.

No segundo tempo, Corinthians continuou com as investidas no ataque. Apesar da forte pressão, o time da capital não conseguia finalizar com sucesso. Do outro lado Thales teve de deixar o campo, lesionado. O Corinthians também teve alteração, com Guedes na vaga de Samuel. Depois, entraram Minelli e Matheus nos lugares de Luisinho e Oya

Aos 18 minutos, Marquinhos recebeu uma bola rolada por Carlinho e mandou para rede. De nada adiantou, já que o Corinthians estava em posição de impedimento e o gol foi anulado.

A parada técnica foi aos 25 minutos. Até aqui, melhores chances para os corintianos, que começavam a se mostrar nervosos com a ausência do gol.

Mais um lance de perigo aos 27 minutos. Pelo Corinthians, Matheus rolou para Guedes, que chegou batendo, mas a bola subiu demais. Pouco depois, aos 33, mais um bate e rebate na área e bola para fora, para desespero do torcedor alvinegro.

O jogo ainda foi paralisado no final do segundo tempo por conta de sinalizadores que foram acesos nas arquibancadas do Pacaembu.

Final eletrizante

Ao retornar à partida, o Corinthians acertou a mira e marcou dois gols em dois ataques seguidos. Primeiro, aos 39 minutos, Carlinhos abriu o placar de cabeça. Logo depois, ele deixou Marquinhos na cara do gol do Batatais e o companheiro mandou para a fundo da rede.

O Batatais respondeu e também marcou. Depois de um lançamento profundo, Douglas Pote dominou e encobriu o goleiro Filipe, que saiu mal.

O árbitro ainda deu sete minutos de acréscimos por causa das paralisações, mas não deu tempo para mais nada e o Corinthians acabou com o título da Copa São Paulo no Pacaembu. 

 

Fonte: Redação