A Copa Verde de 2017, que terá o Operário Futebol Clube, de Campo Grande, e o Sete de Setembro, de Dourados, como representantes de Mato Grosso do Sul, traz uma novidade no regulamento: o campeão da competição terá vaga assegurada nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2018.

Nas suas primeiras edições, em 2014 e 2015, o campeão da Copa Verde ganhou vaga na Copa Sul-Americana do ano seguinte, o Brasília, do Distrito Federal, e o Cuiabá, de Mato Grosso, respectivamente. Para o torneio do próximo ano o ingrediente especial que leva a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) acreditar que dará mais motivação aos participantes será a vaga na fase decisiva da Copa do Brasil. Além dos dois representantes de Mato Grosso do Sul, a Copa Verde reúne equipes do Acre, Amazonas, Amapá, Brasília, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.
O Operário de Campo Grande vai enfrentar o Luziania (DF) em jogos de ida e volta nos dias 5 e 19 de marco. O outro representante de Mato Grosso do Sul, que deve ser o Sete de Setembro, de Dourados, vai encarar o Ceilândia, também do Distrito Federal, nos dias 29 de janeiro em Mato Grosso do Sul, e dia 19 de fevereiro em Ceilândia, respectivamente.

Fonte: Redação