Com apenas um dia de intervalo entre as partidas na primeira fase do Sul-Americano Sub-20, a comissão da Seleção Brasileira tem de se desdobrar para recuperar os jogadores que foram titulares no jogo anterior e manter o restante do grupo preparado para entrar a qualquer momento.

Nesta quinta-feira (19), o grupo se dividiu. Os 10 jogadores de linha que começaram jogando contra o Equador, mais o zagueiro Lucas Cunha, que entrou ainda no intervalo, fizeram um trabalho regenerativo no Hotel El Molino, comandado pelos fisioterapeutas Fabiano Bastos e Wallace Stefaninni, e pelo fisiologista Guilherme Passos.

Já o restante do grupo, contando com a presença do goleiro Caíque, trabalhou no campo do CT Olmedo. Quem liderou a atividade foi o auxiliar técnico Eduardo Barroca, que montou um exercício de campo reduzido e muita intensidade. No fim ainda deu tempo para cobranças de bolas paradas.

O Brasil volta a campo neste Sul-Americano na sexta-feira (20), contra o Chile, no Estádio Olímpico de Riobamba. A bola rola para a segunda rodada da competição às 17h (20h de Brasília).

Fonte: Redação